Ronaldo perde a motivação de 2011 e fica pressionado pela torcida

A queda precoce na Libertadores, na última quarta, pode causar duras consequências no casamento entre Ronaldo e Corinthians.

Neste momento, questiona-se a motivação do Fenômeno para continuar jogando no último ano da carreira, sem o seu principal objetivo.

Há tempos, o jogador reclama de fortes dores no corpo, não consegue reduzir o peso e aumenta a cada dia o repúdio à concentrações.

Um de seus melhores amigos no elenco, o zagueiro Paulo André afirmou não saber se ele pretende se aposentar apenas no fim do ano.

– Ninguém esperava essa eliminação, principalmente ele. No primeiro dia de treino da temporada, encontrei-o no CT e perguntei: "E aí, qual o
objetivo do último ano?". Ele respondeu: "É a Libertadores!". Ele queria encerrar a carreira por cima, com a conquista desse título. Como não
aconteceu, não sei. Ele deve avaliar nos próximos dias o que vai fazer – revelou o zagueiro, ao LANCENET!.

Até o fim do ano, momento planejado para se aposentar, ele só terá o Paulistão, que já conquistou pelo Corinthians, e o Brasileirão que, em
sua avaliação, ele pouco disputará.

Após a derrota por 2 a 0 para o Tolima (COL), na Colômbia, Ronaldo percebeu que já não decide mais como fez em 2009 e em alguns jogos do ano passado. Por isso, tem dúvida se vale a pena insistir pelo poder de superação, mostrado ao longo da carreira, ou se dá lugar a outro na
equipe. Com Liedson contratado, essa ideia pode ser antecipada.

Pressão de permanência no clube aumenta

Ronaldo já deixou de ser unanimidade no Corinthians. E faz tempo. Após a eliminação, as críticas aumentaram. Na madrugada de quarta, torcedores picharam muros da sede do clube, no Parque São Jorge, pedindo a sua saída.

Na véspera, como o LANCENET! já havia publicado, a pressão para que ele fizesse uma boa partida na Colômbia era enorme.

Duas coisas incomodam os conselheiros mais próximos do presidente Andrés Sanchez: as brincadeiras do jogador no Twitter, durante as concentrações e que soam como desinteresse, e sua condição física longe do apresentado em 2009. Na visão deles, Ronaldo aumenta a cobrança do departamento médico e até atrapalha o treinador, que tem "obrigação" de escalá-lo.

Fonte Lancenet

Um comentário:

  1. ESSES JOGADORES PAU NO CU TEM MEDO MAS NÃO TEM VERGONHA NA CARA!

    x.x

    ResponderExcluir